domingo, 21 de setembro de 2014

Maranhão manda indireta para Cássio e garante que se for eleito senador abrira mão da pensão de ex-governador. Confira!

Candidato a senador pelo PMDB, o ex-governador José Maranhão PMDB mandou uma indireta neste sábado (20) para o senador Cássio Cunha Lima, ao firmar no debate promovido pela TV Tambaú, em João Pessoa, que se eleito, abrirá mão da aposentadoria de ex-governador da Paraíba, para não acumular salários e descumprir o que estabelece o teto constitucional brasileiro.

Maranhão confirmou que atualmente recebe aposentadoria como ex-governador, por ser um direito seu e estar de acordo com a legislação em vigor. 

“É claro que quando assumir o mandato de senador eu terei que renunciar a essa pensão”, garantiu o peemedebista. “É preciso ver os que têm e os que não têm direito a receber essa aposentadoria, de acordo com a lei”, arrematou.

O acúmulo de remuneração acabou se transformando no principal mote da campanha eleitoral na Paraíba. O tema veio à tona depois que Cássio Cunha Lima, candidato do PSDB ao Governo do Estado, confirmou no debate promovido pela TV Clube que tem vencimentos mensais acima de R$ 50 mil, ao acumular o salário de senador da República com a pensão de ex-governador da Paraíba.

No início desta semana, a polêmica em torno do salário de ‘marajá’ recebido pelo senador tucano rompeu as fronteiras da Paraíba e chegou à mídia nacional, após matéria publicada pelo Congresso em Foco, site especializado na cobertura jornalística dos parlamentares brasileiros.

“O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) recebe por mês dos cofres públicos R$ 50.224,15, bem além do teto do funcionalismo público, que é a remuneração de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), hoje fixada em R$ 29,4 mil. O limite é extrapolado porque o tucano acumula duas fontes de pagamento: além dos R$ 26.723,33 que embolsa como parlamentar, ele recebe outros R$ 23.500,82 a título de pensão por ter governado a Paraíba por seis anos, até ter o mandato cassado por abuso do poder econômico”, disse.


Do Congresso em Foco.

Pés coloridos: A mistura de cores na política sãomamedense


Uma campanha política sem precedentes na história da democracia sãomamedense: As tintas se misturaram de vez e não se define mais a cor de ninguém. Ricardo Coutinho (atual Governador e candidato à reeleição) e Cássio Cunha Lima (ex-Governador que teve seu mandato cassado em 2008 e atualmente Senador da República) protagonizam a disputa inédita que pôs o vermelho dos pés-furados no palanque amarelo onde antes só os pés-inchados pisavam, dentre outros acontecimentos inéditos que estão fazendo os patriarcas das falanges dos finados PDS e PMDB de raiz se revirarem nos seus túmulos, haja vista que estes foram rivais e tiveram vitórias e derrotas épicas nos processos eleitorais locais desde sempre. 

É tudo muito novo! É tanto que ninguém com o mínimo de bom senso toma partido (nessa disputa sem partido) sem fazer antes uma análise minuciosa da cor da bandeira que vai carregar. Há quem diga, inclusive, que esta campanha é, extra-oficialmente, o primeiro turno do pleito para Prefeito de 2016, o que particularmente duvido, já que muita água rola e muitas voltas são dadas na arte da política local, estando estas cores sujeitas a misturas mais consistentes (ou não). O ideal seria que disso tudo restasse um arco-iris, com suas cores separadinhas, cada uma com seu brilho, mas ao mesmo tempo unidas formando um grande espetáculo.

O fato é que a mistura de cores mascarou ainda mais algumas caras do cenário politico local, ficando mais difícil distinguir se seus interesses são mesmo comuns com a sociedade sãomamedense ou pessoais visando alimentar o ego, já que os bolsos não tem mais necessidade de serem cheios.


É a eleição onde precisa-se ponderar as propostas, tomar partido e carregar a bandeira da coerência; Luzes multicoloridas, sorrisos brilhantes, tapinhas nas costas e a efusividade dos “ôba-ôbas” devem ser desconsiderados. Nosso país segue o sistema de democracia representativa. Existe a obrigatoriedade do voto, diferente do que ocorre em países como os Estados Unidos, onde o voto é facultativo (vota quem quer); É isso que finca nossos pés no Terceiro Mundo, sendo para os políticos de má fé muito fácil tomar posse do imenso poder que o processo político confere, tal qual os colonizadores que ganharam o aval de apoderamento dessas terras onde hoje vivemos dos indígenas (verdadeiros donos das terras brasileiras no começo de tudo) com espelhos e artefatos cheios de brilho, cegando sua obrigação de defender seu território, bem mais precioso da sua sociedade rudimentar; O processo político atual não difere muito, pois é muito fácil cegar a opinião pública com tantos artifícios em tempos de globalização.


Analisemos. Ponderemos. Votemos.

TERÇO DOS HOMENS DE SÃO MAMEDE CONVIDA TODA COMUNIDADE PARA A COMEMORAÇÃO DOS SEUS 08 ANOS DE CAMINHADA



Sobrinho de Cícero, ex-deputado Fabiano Lucena anuncia apoio à reeleição de Ricardo

Sobrinho de Cícero, ex-deputado Fabiano Lucena anuncia apoio à reeleição de Ricardo

Na reta final da campanha, o governador Ricardo Coutinho (PSB) segue contabilizando novas adesões ao seu projeto reeleição. Neste domingo (21/09), foi a vez do ex-deputado Fabiano Lucena, que utilizou as redes sociais para anunciar apoio à candidatura do socialista. Ele é sobrinho do senador Cícero Lucena (PSDB) e foi secretário de Juventude, Esportes e Lazer na gestão do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Para justificar seu apoio à reeleição de Ricardo, Fabiano Lucena elencou uma série de motivos e fez comparações entre as gestões do atual governador e a de Cássio. “As obras se multiplicaram pelo Estado e, especialmente, em João Pessoa. Comparar o que foi feito na Capital pelos dois governos é como o jogo Brasil x Alemanha: 7 x1. Isso é sonoro. Não tem como passar despercebido”, sentenciou o ex-deputado.

Fabiano Lucena ainda destacou a coragem que o governador Ricardo Coutinho teve para quebrar paradigmas e imprimir um modelo  de gestão mais técnica na máquina pública. “Foi Ricardo quem quebrou paradigmas e fez os enfrentamentos necessários para que a Paraíba resgatasse a capacidade de fazer investimentos. Um governo mais técnico que não deu asas ao fisiologismo”, enfatizou.

“O verdadeiro líder é aquele que tem a coragem de indicar os caminhos. Da nossa conversa, João Pessoa ganhou um parque. Jamais me arrependerei desse apoio", concluiu o ex-deputado.

Confira abaixo à íntegra do que foi postado por Fabiano Lucena nas redes sociais. 
Toda eleição tem um sentimento. Algo que une a maioria dos eleitores e vira consciência coletiva. O que pude extrair das conversas de rua, da fila do banco ao cafezinho do shopping, pode ser sintetizado em uma frase com duas afirmações. "Ricardo governou melhor mas é chato". Cada dia que passa, essa ideia se cristaliza na cabeça do eleitor e é muito forte. Qual das duas afirmações pesará na hora do eleitor decidir. Melhor. Chato. Eu decido pela primeira. Governar bem e, nesse caso, MELHOR que o antecessor é a maior demonstração de respeito que um governante pode dar ao seu povo. Cássio e Ricardo são grandes líderes. Tiveram a oportunidade de governar mas foi Ricardo quem quebrou paradigmas e fez os enfrentamentos necessários para que a Paraíba resgatasse a capacidade de fazer investimentos. Um governo mais técnico que não deu asas ao fisiologismo. Isso gerou um desgaste de sua imagem com setores organizados e com a classe política. Daí vem a pecha de chato. O tempo mostrou que ele tinha razão. E os políticos não tiveram capacidade de compreender os caminhos que ele apontou. As obras se multiplicaram pelo Estado e, especialmente, em João Pessoa. Comparar o que foi feito na Capital pelos dois governos é como o jogo Brasil x Alemanha: 7 x1. Isso é sonoro. Não tem como passar despercebido. O verdadeiro líder é aquele que tem a coragem de indicar os caminhos. Da nossa conversa, João Pessoa ganhou um Parque. Jamais me arrependerei desse apoio.

Fonte: Ascom

Cássio comanda gigantesca carreata, com quase 10 mil veículos, maior já vista em João Pessoa, e é aclamado como campeão de votos na Paraíba...



A coordenação da campanha de Cássio denunciou que pela manhã, na concentração, ação do Detran e Semob teve propósito de tentar atrapalhar fluxo da carreata...

“O campeão chegou, Cássio governador!”. Foi sob essa aclamação, que o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato ao governo comandou o início da Carreata da Vitória, promovida pela Coligação 'A Vontade do Povo', neste domingo (21), em João Pessoa. Ao lado dos companheiros de chapa Ruy Carneiro (vice) e Wilson Santiago (senador), Cássio foi bastante festejado como o futuro governador.
A comunidade do Geisel, bairro localizado na zona Sul da Capital, de onde partiu a carreata, lembrou da expressiva votação que Cássio obteve nas eleições de 2010, quando foi eleito com mais de um milhão de votos para o Senado da República. Entretanto, logo no final da manhã, a coordenação de campanha do tucano denunciou que uma ação do Detran e da Semob teve o propósito de atrapalhar a carreata. 
"Estão impedindo o fluxo da nossa carreata com ato de pura perseguição e intolerância, um absurdo que não fizeram quando da carreata do governador [ocorrida semana passada]", denunciou o deputado federal e candidato a vice, Ruy Carneiro. "Lindo é ver a alegria estampada no rosto, o desejo de libertação no coração e a certeza de mudança nas mãos! Que a vitoria sobre a tirania não tarde!",, disse o vice-prefeito de CG, Ronaldo Cunha Lima Filho.
Calcula-se que a carreata juntou quase 10 mil veículos, superando todos os eventos do gênero já realizado na Capital. “O povo nas ruas quer ver Cássio novamente governando a Paraíba e com muito mais que um milhão de votos”, destacou Ruy, entusiasmado, observando que a vontade do povo está expressa, nas fotos, cartazes, faixas, e na divulgação do número 45 e na longa fila de carros, que se formou na principal via de acesso à zona Sul. 
 
  
Bastante emocionando com a receptividade dos moradores do Geisel e bairros adjacentes, Cássio agradeceu o carinho, os abraços e beijos e conclamou a todos para segui-lo rumo à vitória da Paraíba, a vitória dos que querem ver uma Paraíba harmoniosa e desenvolvida. 
Desde as 9h, centenas de pessoas se aglomeraram na Rua Juscelino Kubistchek, no Geisel, na Capital. Às 11h, a grande carreata teve início com muita festa, com Cássio acompanhado dos companheiros Ruy Carneiro (vice) e Wilson Santiago (senador), além do ex-prefeito da capital Luciano Agra. 

Após largar do Geisel, a grande carreata da vitória seguiu em direção à Rua Manoel Francisco de Melo, no Cuiá. No itinerário, a nação amarela ainda vai percorrer os bairros do Valentina Figueiredo, Mangabeira, Bancários, Castelo Branco e Tambauzinho, até chegar na Avenida Epitácio Pessoa. A carreata será concluída no Busto de Tamandaré, na Praia do Cabo Branco, já na parte da noite.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Confira os números da Pesquisa 6Sigma para Senador na Paraiba


A pesquisa do Instituto 6 Sigma contratada pela rádio Campina Grande FM mostra o ex-governador José Maranhão com 32,8% das intenções de voto. Lucélio Cartaxo e Wilson Santiago estão empatados 15,4 %

PolemicaPB

senador6sigma

Médico Dr. Miguel Filho espera que denúncias sejam apuradas e acredita que tudo será esclarecido

O médico Dr. Miguel Filho, que atende na Unidade Básica de Saúde Belmiro Guedes, Bairro Santo Antônio, em Patos, foi alvo de denúncias que estão sendo apuradas pelo Conselho Municipal de Saúde (CMS). Uma comissão determinada pelo CMS foi formada com a finalidade de apurar os fatos.
Na noite desta quarta-feira, dia 17, o médico fez contato telefônico com a redação do patosonline.com para esclarecer o que ele considera como um fato que em breve será esclarecido e solucionado em definitivo. Dr. Miguel Filho disse que o caso se deu por um mal entendido de uma profissional de saúde da área do Posto de Saúde que acabou causando essa celeuma toda.
“Atendo no Pronto Atendimento Maria Marques e no Belmiro Guedes. São centenas de pessoas que passam por mim e digo que faço meu possível. Vou dar minha versão ao Conselho Municipal de Saúde e tenho certeza que ao final será tudo esclarecido. Não quis me expor porque não é o momento ainda e eu mesmo nem queria, pois acho que quanto mais fala mais ganha outra discussão em torno. Muitos já têm uma opinião sobre os médicos e aproveitam esses momentos para dimensionar algumas delas”, relata Dr. Miguel.
Membros da equipe da Unidade Básica de Saúde Belmiro Guedes, a exemplo da Agente Comunitária de Saúde Joédna Jaruzo, relataram que estranharam a matéria sobre o episódio, pois sempre se relacionaram bem com o médico e nunca houve destrato com a equipe.
O médico Miguel Filho será ouvido nesta sexta-feira, dia 19, na comissão do Conselho Municipal de Saúde e espera que tudo seja esclarecido.


Jozivan Antero – Patosonline.com

Ricardo avança na reta final da campanha. Empate técnico, aponta pesquisa encomendada pela Rádio Campina FM.



Foi reduzida para 7 pontos percentuais a vantagem do candidato a governador Cássio Cunha Lima, da Coligação A Vontade do Povo, em relação ao seu principal concorrente, Ricardo Coutinho, da Coligação A Força do Trabalho.

De acordo com a pesquisa divulgada hoje pela TV Itararé e a Rádio Campina FM, realizada pelo instituto 6sigma, Cássio obteve na pesquisa estimulada 43,2% das intenções de voto, contra 36,1% destinados a Ricardo.

Vital Filho (PMDB) recebeu 4,4%, Major Fábio (Pros) 0,5%, Antonio Radical (PSTU), 0.3% Tárcio Teixeira (Psol) 0,2%.

Brancos e nulos totalizam 5,5%. Não sabe 9,1%. Não informou 0,7%.

Foram entrevistadas 1.103 pessoas entre os dias 12 e 16 de setembro.

A margem de erro é de 2,95% - para mais ou para menos, com índice de confiabilidade de 95%.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral 0282014/PB.

Fonte: Paraiba Online

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

VENEZIANO MANDA RECADO AOS TRAÍRAS DO PMDB QUE DEIXARAM DE VOTAR EM VITALZINHO O GOVERNADOR DE DILMA


Um vídeo do candidato a deputado federal Veneziano Vital do Rego vem tirando o sono de algumas traíras do PMDB paraibano e mexendo com o sentimento daqueles mais apaixonados pela sigla 15. O jovem candidato diz que certos PMDBISTAS falsos não representam o partido e que eles enojam e envergonham a sigla por deixarem de vestir a camisa vermelha e vestirem camisas de outra cor.

Vené também afirmou que estes mesmos traíras, tem que deixar a direção do partido antes de serem expulsos após as eleições deste ano e que quem quiser ele no palanque vai ter que engolir o seu pedido de voto para Vitalzinho e Zé Maranhão pois estes sim representam a verdadeira história PMDBISTA na Paraíba.

Segundo alguns pés furados de origem da cidade, com esse vídeo circulando na internet os Umbertos seriam forçados a queimar as camisas amarelas de Cássio e voltaria a vestir as vermelhas para não serem expulso do partido e o que é pior, ver o mesmo escorrendo pelos dedos  para uma nova força política que surge dentro do próprio partido.

Nesta sexta feira próxima acontecerá um comício na cidade e segundo informações repassadas a este blog, os Umbertos iriam todos de vermelho com medo de um puxão de orelha do presidente do partido Zé Maranhão candidato a senador pelo maior partido do Brasil PMDB.

Agora é esperar pra ver, será que os Umbertos baixariam as cabeças e vestiriam as camisas vermelhas ou seguiriam firmes e fortes com as amarelas de Cássio PSDB. 

É ESPERAR PRA VER.


Campanha de Cássio, na região de Cajazeiras, vem pecando ao não explorar, com mais ênfase o fato de que sua eleição levará um cajazeirense e sertanejo ao senado

Campanha de Cássio, na região de Cajazeiras, vem pecando ao não explorar, com mais ênfase o fato de que sua eleição levará um cajazeirense e sertanejo ao senado
A coordenação da campanha de Cássio Cunha Lima (PSDB) vem pecando ao não explorar, como deveria, um tema muito reclamado em todo sertão de Cajazeiras, que é a falta de um representante legítimo da região no Congresso Nacional e, mas especificamente no senado federal, já que o último senador com raízes sertanejas foi Raimundo Lira (eleito em 1986). A falha da assessoria do senador tucano reside no fato de não estarem explorando o fato de que, Cajazeiras e região poderá ter um senador, para um mandato de quatro anos, em caso de uma eleição de Cássio para o governo da Paraíba, já que beneficiaria o seu primeiro suplente, o empresário José Gonzaga Sobrinho (Deca do Atacadão), que assumiria a titularidade do mandato.
O empresário Deca, além de ser uma pessoa muito bem relacionada no sertão, onde começou suas atividades, sempre ajudou a classe política sertaneja e mantém boas ligações com prefeitos da região e, diferentemente de outras oportunidades quando foi chamado para ingressar na política e não aceitava em virtude da dedicação as suas empresas, agora está disposto e pronto para se dedicar a atividade política, já que seus filhos já administram seus negócios.
A população sertaneja não foi instada a fazer essa reflexão de que poderá ter um senador, que não está disputando esta eleição, mas que depende do resultado dela para chegar ao senado e é essa tarefa que a coordenação da campanha de Cássio deveria fazer, ao invés de estarem utilizando outros temas de menor importância na publicidade da campanha.

Anísio Maia lembra a Ricardo Coutinho que ele precisa dos votos do PT

O deputado Anísio Maia (PT) minimizou as declarações do governador Ricardo Coutinho (PSB), proferidas durante comício, em João Pessoa, com a presença da presidenciável Marina Silva (PSB), no qual atacou duramente o governo da presidente Dilma Rousseff (PT).
Segundo ele, a direção do PT não entende isso como uma ruptura, como uma crise, mas sim como um deslize do governador.
Conforme o deputado, cada um tem a liberdade de fazer a campanha para a sua candidata.

“Isso é normal: nós fazendo campanha para a Dilma, e o governador, de alguma forma, faz para Marina. Agora, a forma como ele vai tratar a nossa candidata fica por conta dele. Mas, ele tem que se lembrar de que é candidato a governador e que precisa também dos votos dos petistas”, explicou.
Para ele, o governador tem que ponderar os seus discursos para não desagradar aos seus eleitores.

Segundo ele, na verdade, as declarações de Coutinho repercutiram mal no meio da militância partidária. Contudo, a aliança continua e não foi criada nenhuma crise diante dos fatos.
“Até porque o governador já elogiou muitas vezes a presidente. Eu mesmo já presenciei elogios rasgados a Dilma. Então, se isso trata apenas de um deslize eleitoral que acontece no calor da batalha e que agora a gente espera que o discurso seja mais equilibrado, mais coerente com o seu discurso anterior”, avaliou.

O deputado disse ainda que os adversários estão usando as declarações do governador apenas para rachar a aliança, para plantar a cizânia na coligação, mas ele garantiu que os petistas não vão engolir ‘essa tática’.
“Continuamos juntos, trabalhando, apesar de achar que o governador foi inconveniente. Mas, são erros de campanha, equívocos que acontecem e devem ser corrigidos”, ressaltou.
Fonte: Da Redação de João Pessoa

Servidor público entra com ação popular contra Cássio


Servidor público entra com ação popular contra Cássio

O servidor público Francisco de Assis Pereira, residente na cidade de João Pessoa, protocolou, ontem, segunda-feira (15), na Justiça Federal, uma ação popular contra o senador paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB), por acumulação de subsídios e pensão, que somados, ultrapassam o teto constitucional brasileiro, que atualmente é de R$ 29.462,25.

A polêmica em torno da remuneração de Cássio veio à tona depois que o governador Ricardo Coutinho publicizou, durante debate, o fato. Na ocasião, o próprio senador admitiu que acumula vencimentos como senador da República e ex-governador da Paraíba.


Cássio, no entanto, havia informado que já tivera solicitado do Governo atual a destinação dos recursos para pagamento da pensão da ex-esposa, Silvia Cunha Lima. 

A ação popular pede que a Justiça interceda, imediatamente, no sentido de evitar que Cássio continue recebendo acima do que estabelece a lei. “Que seja determinado ao Governo do Estado da Paraíba que suspenda de forma imediata o pagamento da pensão de ex-governador requerida pelo promovido ou que seja determinada a União a redução do valor percebido dos subsídios de senador da República até o valor do teto máximo em questão..., afim de que a soma dos valores recebidos não ultrapasse o limite constitucional”, diztrecho do documento protocolado nesta segunda.

Na ação, o servidor público requer ainda que a Justiça bloqueie até R$ 500 mil dos bens pertencentes ao senador Cássio Cunha Lima para garantir a restituição dos valores recebidos pelo parlamentar de forma ilegal. Francisco de Assis pede também que o ex-governador paraibano seja condenado a devolver aos cofres públicos todo o montante o recebido acima do teto estabelecido em lei.

Essa não é a primeira vez que o acúmulo de salários atinge políticos paraibanos. Em fevereiro de 2011, o Ministério Público Federal no Estado chegou a ajuizar ação civil pública com pedido de liminar contra ex-governadores, que ocupavam cargos no Legislativo Federal, e na União, mediante a percepção conjunta de pensão e do subsídio de cargo eletivo.

Na ação protocolada à época, o MPF alegou que, “a Constituição Federal de 1988 determina que os proventos e pensões percebidos, cumulativamente ou não, por todos aqueles que ocupam cargos (eletivos ou não) em quaisquer dos poderes da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, não poderão exceder o subsídio mensal dos ministros do Supremo Tribunal Federal”.

Em anexo segue cópia da ação popular. 
 

Conselho de Saúde apura denúncias contra médico do Município de Patos

O Conselho Municipal de Saúde (CMS), da cidade de Patos, está apurando as denúncias recebidas com relação ao médico Dr. Miguel Filho, que atende atualmente na Unidade Básica de Saúde Belmiro Guedes, Bairro Santo Antônio.
De acordo com Bosco Valadares, presidente do Conselho Municipal de Saúde, a denúncia chegou até o órgão através de um dos profissionais da equipe que convive com o médico. Dr. Miguel Filho é acusado de não atender pacientes em casa, ter mau relacionamento no trabalho com os demais profissionais de saúde, além de outras questões que estão sendo apuradas por uma comissão que foi instituída para apurar o caso.
“O médico tem um temperamento muito complicado. Ás vezes chega a destratar algumas pessoas, inclusive a própria equipe e até usuários. Ele deu uma melhorada de uns tempos para cá, mas ainda percebemos que falta compromisso com o Programa Saúde da Família por parte de Dr. Miguel”, relata uma profissional que pediu para não ser identificada.
O Conselho Municipal de Saúde já colheu depoimentos de profissionais e na próxima sexta-feira, dia 19, será ouvido o próprio médico sobre os problemas. A reportagem através do jornalista Adilton Dias fez contato com o médico Dr. Miguel Filho, mas o mesmo disse que só falaria ao final da apuração CMS.

Jozivan Antero – Patosonline.com


Vereador de Piancó é preso por suposto crime contra promotor de Justiça



O vereador e advogado piancoense Antônio Pádua Leite (PT), que é líder do prefeito Sales Lima (DEM) na Câmara Municipal, foi preso no começo da tarde desta quarta-feira, 17, durante uma audiência no fórum local.

A informação é que o parlamentar mirim teria caluniado o Ministério Público Estadual, motivando o promotor Uirassu de Melo Medeiros a lhe dar voz de prisão.

A audiência era comandada pela juíza Bárbara Bortolluzi e objetivava a ouvir o vereador, que é dono de um blog, sobre um outro suposto crime contra a honra de outro membro do Ministério Público, no caso a promotora Geonva Patrícia do Rego, que teria sido vítima de matéria ofensiva publicada no blog de Padua no dia 17 de agosto de 2012. No caso em tela, Padua Leite foi processado por difamação e injuria.

Segundo o promotor, Uirassu de Melo Medeiros, Pádua, que já é réu, praticou outro crime no momento em que estava depondo.

O representante do Ministério Público resolveu dar voz de prisão ao vereador e acionou a policia militar que conduziu Pádua até a delegacia de polícia civil. O delegado José Pereira realizou os procedimentos legais e em segida o vereador petista assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado. Ele vai responder ao processo em liberdade.

O representante do Ministério Público da Paraíba Uirassú de Melo resolveu dar voz de prisão ao vereador e acionou a policia militar que conduziu Pádua até a delegacia de polícia civil. O delegado José Pereira realizou os procedimentos legais e em segida o vereador petista assinou um termo de compromisso e foi liberado.

Ainda na delegacia, Pádua Leite disse que vai representar o promotor de justiça Uiraussú de Melo na Corregedoria Geral de Justiça e no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Segundo Pádua Leite, existe um corporativismo no Ministério Público de Piancó.

 MaisPB com Vale News PB

Prefeito do PT declara apoio a Cássio Cunha Lima

page











O prefeito de Ibiara Pedro Feitosa Leite do PT anunciou nesta quarta feira(16) adesão ao projeto político do senador Cássio Cunha Lima do PSDB candidato ao governo do estado, o prefeito disse que o entendimento aconteceu a semana passada em Campina Grande, Feitosa falou ainda que o seu grupo político com raras exceções acompanhará a sua decisão e ao mesmo tempo reafirmou o seu apoio a Hugo Mota do PMDB para deputado federal, o ex-prefeito do município Nailson Ramalho PSDB já avia anunciado apoio ao tucano .

Da Redação / RVNOTICIAS.COM

Governo faz licitação suspeita, dinheiro some, obras param e alunos ficam sem aulas

Licitação07escola
Por que será que centenas de alunos da rede estadual de ensino estão sem aula na Paraíba? O Blog foi atrás de uma resposta. E descobriu: o ano letivo está prejudicado para os estudantes porque várias escolas estão com as obras de reforma paralisadas. E as obras estão paralisadas porque o Governo não paga às construtoras. É um rombo de R$ 50 milhões.
Os indícios de irregularidades são evidentes. O Blog teve acesso ao contrato para reforma de 181 escolas e, segundo o edital de concorrência, a execução deveria ter o acompanhamento, controle, fiscalização e avaliação por representante da Suplan e era proibida a sublocação dos contratos. Porém, houve sublocação com pelo menos três empreiteiras. E a Suplan parece fazer vista grossa.
Está claro que há, pelo menos, três dos chamados “contratos de gaveta”, que comprovam a irregularidade da subcontratação para as obras de reforma de três escolas localizadas na Grande João Pessoa. Um deles é o da construtora Andrade Galvão Engenharia, que subcontratou a W.E. Construtora e Incorporadora para a reforma da escola Professor Raul Córdula, no bairro da Torre. Um contrato de R$ 407 mil.
O segundo contrato, no valor de R$ 382 mil, foi para reforma da escola Francisco Campos, no bairro dos Bancários e, o terceiro, de R$ 399 mil, foi para a reforma da escola Antônio Gomes, em Bayeux (foto acima). Em todos eles, há as mesmas digitais: prática de sublocação. E, claro, obras paralisadas. Motivo alegado pelas sublocadas: calote por parte do Governo do Estado.
Briga na Justiça – As obras iniciadas pela W.E Construtora estão paralisadas. A construtora terceirizada alega que abandonou os serviços por falta de pagamento da Andrade Galvão e, hoje, as duas empresas estão brigando na Justiça, por conta de um passivo na ordem de 467 mil reais. A suspeita é de que esse dinheiro foi usado por alguém sem a menor educação…
Este ano, alunos e pais de alunos fizeram até um protesto e bloquearam a BR 230, em Bayeux, na Grande João Pessoa, contra o atraso nas reformas das escolas. Os mais de 1.200 alunos convivem com o cenário do atraso e se sentem prejudicados por conta do descaso do governo.
Até o momento, nem a Suplan, nem a Secretaria de Educação se pronunciaram sobre o assunto.
Licitação01
Licitação02
Licitação04
Licitação06

A Casa tá caindo! Governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, é indiciado em 3 inquéritos policiais.

O governador da Paraíba, Ricardo Vieira Coutinho, foi indiciado em três inquéritos policiais, conforme dados do site do Tribunal de Justiça da Paraíba, sendo eles os de números: 200.2010.037.789-0/001, 999.2012.000.441-4/001 e finalmente o de número 999.2012.000.373-9/001, que se encontra sob vista do procurador geral de Justiça.

O inquérito mais recente foi instaurado no dia 27 de Janeiro deste ano e desde que obter informações sobre a natureza do inquérito, tanto junto a Justiça, quanto no governo do estado.

Os relatores dos inquéritos são os desembargadores, Carlos Martins Beltrão Filho, João Benedito da Silva e Arnóbio Alves Teodosio.

Outro questionamento importante é qual o motivo destes inquéritos ainda estarem na esfera estadual, já que o governador tem foro privilegiado e deveria ser julgado pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça).



PROCESSO DE N° 999.2012.000.441-4/001

PROCESSO DE N° 200.2010.037.789-0/001

PROCESSO DE N° 999.2012.000.373-9/001

Dados do Click Pb - Matéria Publicada no dia 21 de Abril

Peemedebista rompe com RC e adere a Cássio

Peemedebista rompe com RC e adere a Cássio Filiado ao PMDB, o vereador Mangueira voltou atrás da decisão que havia tomado de apoiar à reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB) e anunciou que estará, já na próxima semana, ao lado do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), fazendo campanha para o tucano no bairro do Rangel, em João Pessoa.

Em entrevista ao jornalista Marcelo José, Mangueira justificou a decisão: "Eu pedi a Ricardo a reabertura do posto de política do Rangel e o fim do esgoto a céu aberto em frente ao mercado do bairro. Passaram 40 dias e até hoje nada foi resolvido. A população me cobrando e eu sem poder fazer nada. Então decidi deixar o Governo e a partir de agora apoiar Cássio para governador. Não posso é apoiar um governador que não resolve um problema de um posto de polícia e um esgoto jorrando em frente ao comércio do povo", comentou o vereador.

O vereador disse que já conversou com Cássio e enumerou as demandas das comunidades, Rangel, Cristo e redondezas.

O vereador Mangueira disse que vai ter uma conversa com o prefeito Cartaxo sobre o apoio a Lucélio Cartaxo para senador, e que os outros nomes que ele apoia estão definidos, sendo Arnaldo Monteiro, do PSC, para deputado estadual , e Manoel Júnior para deputado federal.

Mangueira não é o primeiro político a anunciar a desistência de um apoio. Antes dele o deputado federal Antônio Mineral (PSDB) também desistiu de apoiar Coutinho e aderiu a Cássio. Outro que mudou foi o deputado estadual Tião Gomes (PSL), que abandonu a candidatura de Lucélio, alegando falta de diálogo com o petista.

Fonte: PB Agora

Filhos de delegado da Polícia Civil da Paraíba são encontrados mortos em Apartamento de Alagoas

Três irmãos foram encontrados mortos na noite dessa terça-feira (16) dentro de um apartamento localizado no bairro do Pinheiro, na cidade de Maceió, em Alagoas.
Segundo levantamentos da Polícia Civil, Felipe Vasconcellos, 20 anos, teria matado as duas irmãs Amanda Vasconcelos, 23, e Maria Clara Vasconcelos, 19, após um surto psicótico. As vítimas eram filhos do delegado Kelsen Vasconcelos, coordenador da 2ª Região Integrada de Segurança Pública de Campina Grande-PB.
Segundo informações do delegado de Homicídios da Polícia Civil de Maceió, Ronilson Medeiros, o crime teria acontecido de madrugada, mas a polícia só foi acionada no inicio da noite quando a mãe das vítimas, que é técnica de enfermagem, chegava em casa e encontrou o apartamento com sangue e os corpos dos filhos espalhados pelos cômodos do imóvel.
Ao analisar a cena do crime, o delegado concluiu que Felipe Vasconcellos – que tinha personalidade bipolar e passou por tratamento até os 18 anos – ao surtar pegou uma faca e foi até o quarto de Maria Clara Vasconcellos, a imobilizou enquanto dormia e desferiu golpes no pescoço dela. A jovem veio a óbito no local. Logo em seguida, Amanda Vasconcelos foi atacada pelo irmão. Ela ainda entrou em luta corporal com ele, mas foi morta.
Medeiros ainda informou que após matar as irmãs, Felipe Vasconcellos desferiu um golpe de faca no próprio pescoço e escreveu no chão do apartamento a palavra socorro, com sangue. Os Corpos foram levados para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Maceió. Eles são velados e sepultados em Alagoas nesta quarta-feira (17).

Ricardo Coutinho estará em Santa Luzia no próximo dia 25/09


O deputado federal Efraim Filho confirmou hoje ao portal Sertao1 que o governador e candidato a reeleição ao Governo do Estado da Paraíba, Ricardo Coutinho, PSB, estará em Santa Luzia no próximo dia 25/09. 

Ricardo Coutinho passará antes pelas cidades de Soledade, Juazeirinho, Assunção, Junco do Seridó, Santa Luzia, na cidade fará um comício, após segue para as cidades de São Mamede e Patos.

Fonte: Sertao1